Monthly Archives: Junho 2012

Que tem a ver o cu cas calça?

Padrão

Porque o jornalismo brasileiro não cansa mesmo de surpreender…

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1103269-torcedores-do-corinthians-sao-maioria-na-parada-gay-de-sp-diz-datafolha.shtml#anc6025121

Me diz: qual a relevância de saber o time de futebol dos presentes em um evento que nada têm a ver com futebol? Com tantas outras pesquisas mais úteis que o Datafolha poderia conduzir na parada gay, por que escolher justo essa pauta?

Uma pauta como essa serve apenas para alimentar piadinhas homofóbicas velhas, bobas e sem graça, nas quais torcedores de um time acusam os torcedores de outro de serem gays — como se ser gay fosse uma coisa ruim, indesejável, inferior, jocosa. Que o jornal de maior circulação do país se preste a um papelzinho desses,  acionando o Datafolha para verificar se a piadinha procede, é uma vergonha.

É óbvio que:
a) Nem todo mundo que vai à parada gay é gay. Afinal, felizmente existem heteros não-babacas que não precisam afirmar sua heterosexualidade o tempo todo, que conseguem curtir a companhia de pessoas com outras orientações sexuais e, principalmente, que apoiam a luta LGBT por mais direitos.
b)  Existem gays e heteros torcendo para todos os times. E jogando em todos os times também. Também existem gays e heteros que não torcem para time nenhum.
c) Gostar de futebol não te faz mais homem.
d) Torcer para este ou aquele time também não te faz mais homem.
e) Gostar de mulher não te faz mais homem.
f) Ser hetero não te torna superior em nada.
g) Se você tira sarro de um amigo porque ele foi à parada ou acha engraçado insinuar que um amigo seu foi à parada, você é um idiota. E é homofóbico, SIM.

Obrigada.