Your body

Padrão

http://www.youtube.com/watch?v=6cfCgLgiFDM

Que vocês acharam desse clipe da Christina? Eu achei duas coisas interessantes:

1) A letra da música. Sempre bacana ver uma mulher assumindo que tem desejo sexual, objetificando os caras e mostrando que isso pode ser desconectado de romantismo.

A versão original da música diz “All I wanna do is fuck your body” — o que eu acho que combina bem mais com o resto da letra, que vai na linha “não quero nem saber seu nome, vamo se pegar aê”. Mas pra ficar comercial, botaram um love. Pena. Porque tem muita música por aí com fuck no meio e o mundo continua  girando.

2) Não entendi muito bem qual o ponto de sair matando os caras, mas achei interessante essa coisa de fofurização da violência. Então cê pega uma coisa que é masculina (a violência) e a recobre com uma camada de feminilidade bem exagerada: explosão cor de rosa, sangue azul pastel, vísceras de glitter. 

É engraçado como é justamente essa camada de feminilidade exagerada que faz o clipe não ser controverso. Fosse sangue vermelho e explosão de verdade, o vídeo provavelmente seria censurado e a Christina, criticada. Mas, sendo uma violência “feminina”, “fofa”, então é inofensiva, é de mentirinha, não é pra ser levada a sério. Outra maneira de ler isso é que a Christina tá submetendo o masculino ao feminino. Quando morrem, os caras (hetero) são transformados em purpurina. Ela aniquila assim a masculinidade deles. Uma coisa meio vagina dentata meets hello kitty.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s